Recôncavo Baiano – A terra do charuto brasileiro

TabacoBahiaEmbora não seja oficialmente declarado, o tabaco é patrimônio histórico da Bahia. A cultura existe há 450 anos e o Recôncavo Baiano é quase marca registrada dos charutos que nele se fabricam há cerca de dois séculos.

planalto_presidencia_simbolosnacionais_brasaoMesmo com todas as campanhas anti tabaco da atualidade, este produto tem sua importância histórica e cultural – herança das riquezas do Império – reconhecida até os dias atuais no Brasão das Armas da República, onde um ramo de tabaco e o ramo de café constituem o coroamento deste símbolo da nacionalidade brasileira.

Mesmo sem a tradição de Cuba, o Brasil tem no recôncavo baiano o local ideal para cultivar tabaco da mais alta qualidade, e é nessa região que estão instalados os produtores de charutos brasileiros que cultivam dois tipos de fumo de alta qualidade: o Mata Fina e o Mata Norte. Eles estão classificados entre os melhores tabacos do mundo, com características próprias conferidas pelo solo e clima baiano.

Além dos diversos charutos nacionais cada vez mais exportados, há inúmeras fábricas em Honduras, Nicarágua e República Dominicana que já utilizam o tabaco brasileiro em seus blends, produzindo charutos premium, com excelente aceitação no mercado norte-americano e europeu.

Todo o tabaco escuro plantado na Bahia é do tipo original Mata Fina e mesmo sendo a mesma planta, a variação no sabor se dá devido aos microclimas da região e às técnicas de cultivo.

mapa-tabaco-mata-fina1
Créditos Mapa: charutos.com
  • MATA FINA –Localizada ao centro do recôncavo, possui o melhor terroir para o cultivo de tabaco. Lá se planta o Mata Fina e o Mata São Gonçalo. É um local de solo predominantemente arenoso e um índice pluviométrico alto. O fumo dali é considerado o melhor e é o mais usado na produção dos charutos nacionais. Todo o tabaco é Sun Grown (cultivado no Sol). As capas são colhidas uma a uma e depois secadas em celeiros, enquanto o tabaco para o miolo e capote são colhidos cortando-se a planta inteira e depois deixando-a secar. O tabaco mata fina é o de melhor qualidade: suave, adocicado e altamente aromático. Os melhores produtores brasileiros estão instalados por lá, nas cidades de São Félix e Cruz das Almas.
  • MATA NORTE – O solo tem características de arenoso a argiloso e o nível pluviométrico é médio. O tabaco Mata Norte também é Sun Grown como o Mata fina, a diferença é que as folhas são deixadas para secar ao ar livre, sujeitas ao vento e a chuva. Este tabaco não é próprio para fazer belas capas, mas confere aos charutos um blend mais encorpado e mais picante. Lá estão as cidades Coração de Maria e Conceição de Jacuípe.
  • MATA SUL – Possui um solo rico mas bastante acidentado. Tem uma alta incidência de chuvas. As cidades de Castro Alves, Santo Antonio de Jesus e Amargosa se localizam nessa área. O fumo é suave, aromático e levemente adocicado, mas com produção inexpressiva.
Fontes e Referências: 

Entre as marcas de destaque que produzem charutos premium com fumo dessa região estão:

Você pode encontrar os melhores charutos brasileiros no Espaço Quai D’Orsay Tabacaria | Bar | Café, e degustar toda riqueza de sabores e aromas do tabaco nacional em um ambiente de sofisticação e exclusividade que irá transformar seu momento em uma experiência única.


3anostransp-01-sem-texto
.
Espaço Quai D’Orsay Tabacaria | Bar | Café
3 anos transformando charutos em experiências exclusivas.
Rua Haddock Lobo, 932 – Jardins – São Paulo
Tel. (11) 3582.4444
Informações e reservas: contato@quaidorsay.com.br

14 comentários

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s