A experiência perfeita em charutos!

Reunimos um conjunto de dicas utilizadas no dia-a-dia de um verdadeiro CigarLounge para transformar cada charuto em uma experiência única!

Comece devagar

Escolha um charuto suave, com formato que lhe permita facilmente aproveitar o sabor da fumaça. Peça ajuda aos especialistas na tabacaria para recomendar alguns charutos mais leves. Se você nunca degustou charutos antes, comece escolhendo um de cada de  diferentes marcas, para que você faça uma pré-seleção do que mais lhe agrada ao primeiro contato.

Cuidado com charutos mais curtos, porque a parte quente estará mais perto de sua boca, algo de que um iniciante não precisa. A melhor opção para um iniciante são charutos mais longos, de bitola maior e mais leves, porque vai queimar mais frio e durar mais tempo. Não há problema em começar com charutos mais baratos e treinar o paladar para fumar um premium posteriormente.

Até que você identifique suas preferências, não compre muitos charutos de um único tipo ou caixas de uma única marca. Além disso, guarde os seus novos charutos em Ziploc até você estar pronto para investir em uma caixa humidificadora.


Onde degustar um charuto?

Charutos são hábitos sociais, diferente de outros tipos de tabaco e exigem um ritual apropriado para se obter a experiência desejada. Um ponto importante é o conforto e o ambiente adequado para que você possa extrair o melhor da experiência sem ficar se preocupando com coisas desnecessárias.

Sozinho ou em um grupo de amigos, dê preferência para os Clubes de Charuto que oferecem toda infraestrutura necessária para o ritual.

cigar-lounge-top-lareira1

O Espaço Quai D’Orsay Tabacaria | Bar | Café no Jardins – São Paulo, oferece toda sofisticação e conforto como nos verdadeiros Clubes de Charuto do mundo para você apreciar o tabaco de sua preferência e ter uma experiência exclusiva a cada visita.

logo 4 anos fundo transparente

Espaço Quai D’Orsay Tabacaria | Bar | Café
Rua Haddock Lobo, 932 – Jardins – São Paulo


Prepare e corte

cortador_charuto_descartavelTodo degustador de charutos, do iniciante ao aficionado, deve ter um cortador de charutos afiado. Ele não precisa estar no topo da linha, mas precisa ser afiado o suficiente para cortar seu charuto sem estragar. Um cortador do tipo guilhotina é uma boa escolha de formato, com várias opções que vão desde descartável (dura cerca de 20 a 25 cortes com precisão) até profissionais com lâminas que nunca perdem o corte.


Acendendo com paciência

how to properly light a cigar with a matchUm isqueiro tipo maçarico de gás butano é ideal para acender o seu charuto, mas o tradicional e simples fósforo longo servirá para começar. Apenas não use um Bic® ou qualquer outra coisa que possa introduzir substâncias indesejadas e alterar o sabor do tabaco.

Risque o fósforo e espere a chama passar da parte da pólvora, chegando na madeira (por esse motivo, os fósforos precisam ser longos). Coloque o charuto na boca e segure-o com a outra mão, aproximando o fogo do pé do charuto mas sem encostar na chama. Comece a puxar o ar enquanto gira lentamente o charuto. Pode demorar algumas rotações para acender completamente o charuto, então não pare! Você saberá que o charuto está bem aceso quando ver um brilho ao redor da borda externa do charuto e a fumaça fluir facilmente.


Relaxe e aproveite seu momento!

Agora que você tem seu charuto devidamente aceso, é hora de relaxar e se divertir, mas você precisa seguir mais algumas dicas.

Gire-o a cada 30 a 60 segundos enquanto puxa a fumaça para que ele não apague. Você precisa desenvolver um ritmo que permita que você fume o charuto na velocidade certa para aproveitar ao máximo. Cada charuto tem uma característica de fluxo, que pode ser mais aberto e requer puxadas mais curtas e frequentes, ou mais fechado que requer puxadas mais longas e espaçadas.

Além disso, certifique-se de trazer bastante fumaça à boca para experimentar os nuances saborosos do tabaco. Fumar muito rápido vai fazer o tabaco esquentar demais, o que prejudica o sabor; fumar devagar demais pode fazer com que a brasa se apague. Se o charuto apagar, você poderá acende-lo novamente seguindo o mesmo processo acima.

Nunca inale a fumaça (tragar)! Em vez disso, prove e saboreie mantendo a fumaça na boca antes de assopra-la. O segredo é dominar o ato de manter a fumaça na boca – onde os sabores são captados, e assoprar – e não inspirar e exalar.


Mais algumas dicas!

da4abe5952a8eb9ffa8b67e16aec41cc.jpgAo contrário de fumar um cigarro, o objetivo de fumar charuto é apreciar o sabor do puro tabaco sem químicas ou misturas. Para fazer isso, você precisa puxar a fumaça devagar, apenas algumas vezes por minuto. Mova a fumaça em sua boca, permitindo que ela percorra todo o caminho até a parte de traz da língua. Dessa forma, você aproveitará ao máximo as sutilezas de sabores e aromas do tabaco.

Não é necessário bater as cinzas durante a degustação. A maioria dos charutos long filler sustenta as cinzas até chegar a cerca de 3 cm no mínimo, desde que não haja vento.


Finalizando a degustação

Você não precisa fumar um charuto até o fim. A arte dos charutos está relacionada com prazer, então fume até onde estiver agradável ao seu paladar.

Uma vez que um charuto tenha sido aceso, você pode fumar apenas uma vez. Não é indicado deixar ele de lado e acendê-lo mais tarde, pois o tabaco irá amargar e sua experiência será ruim. Se você não tiver tempo suficiente para um charuto longo, dê preferência para bitolas menores ou de queima mais rápida.

A etiqueta do charuto pede que se apoie o charuto no cinzeiro permitindo que ele apague sozinho. Além disso, esmagar com força a ponta do charuto para apagar pode parecer estranho.


Prática!

ad976d72996c1c313dbbb595b57c9da0Inspirar-se em um charuto é uma boa arte e exige um pouco de prática, mas depois de começar, a experiência de degustação fica melhor e melhor a cada momento.

Guarde suas anilhas, pelo menos no começo. É uma excelente forma de ter um histórico dos charutos que você já experimentou.

Com um pouco de prática, você logo estará fumando tão bem quanto um aficionado experiente!


Fonte: Internet / Adaptação
Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s